O Ônibus Lilás é disponibilizado pelo governo do estado do Maranhão através da Secretaria de Estado da Mulher em parceria com os municípios, Fórum Estadual das Mulheres do Campo, das águas e da floresta que leva serviços de atendimento para as trabalhadoras rurais nos povoados dos municípios do Maranhão como: Palestras sobre o enfrentamento á violência contra a mulher, palestras sobre a Lei Maria da Penha, Lei do Feminicídio, palestras sobre Direitos Sexuais Reprodutivas  e Palestras sobre autonomia econômica para as mulheres.

Além disso, a parceria com o município é fundamental para que este disponibilize os serviços de saúde para as trabalhadoras rurais.

A itinerância do Ônibus Lilás no Março Mulher da Secretaria de Estado da Mulher – SEMU, encerrou no município de Capinzal do Norte, a ação durou dois dias (19 e 20/03) e foi realizada em parceria com a Prefeitura Municipal, através das Secretarias da Mulher, da Assistência Social, da Saúde, da Juventude e da Agricultura Familiar.

O Ônibus Lilás faz parte do Projeto Mulher, Viver sem violência do Governo Federal. Sua atuação é direcionada às mulheres das comunidades mais distantes e historicamente excluídas do estado. Coordenado pela Secretaria de Estado da Mulher – Semu, o Ônibus atua em parceria com as prefeituras municipais e secretarias de estado levando palestras e oficinas sobre a Lei Maria da Penha e Feminicídio; Oficinas sobre o Uso do tempo e Autonomia Econômica para Mulheres e serviços de saúde.

A maioria das mulheres atendidas são lavradoras, quebradeiras de coco ou pescadoras. Elas vivem de suas roças de mandioca, feijão, arroz e milho ou da pesca e extração de mariscos para auxiliar no sustento de suas famílias e a principal fonte de renda é o Bolsa Família.
Por isso além de palestras sobre o enfrentamento à violência contra a mulher, o Ônibus Lilás fomenta a autonomia econômica. “Desenvolver o empreendedorismo e a autonomia econômica nessas mulheres é o caminho mais rápido para afastá-las da violência”, disse a Chefe do Departamento de Itinerância da SEMU, Eunice Costa.

O QUE É VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR?

O sentido de controle e posse, são alguns dos motivadores da violência contra as mulheres. Estima-se que no Brasil cinco mulheres são espancadas a cada 2 minutos; o marido, namorado ou ex, o sogro, padrasto/madrasta,  cunhado/cunhada ou agregados são os responsáveis por mais de 80% dos casos.

CAMPANHA DA SECRETARIA DE ESTADO DA MULHER -SEMU, A CULTURA DA PAZ COMEÇA EM CASA, O FIM DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA TAMBÉM.

Por: Assessoria de Comunicação – ASCOM.

Mais fotos em www.capinzaldetodosnos.com.br